Quarta-feira, 29 de Abril de 2009

 

A LINGUAGEM E O ESTILO
 

 
 
 
 
A escrita de Saramago lembra, em parte, o estilo engenhosodo Barroco pois os ornamentos retóricos têm a função de captar, por meio do deleite, a atenção do leitor.
 
Recursos de estilo
(descrições visualistas)
 
 
 
 
 
 
Recursos de estilo
*       adjectivação «...aqui vou blasfema, herética, temerária, amordaçada…» (53)
*       hipérbole «…triste morte, foi um abalo muito grande, como um terramoto profundo que lhe tivesse rachado os alicerces…» (235)
*       metáfora «O cântaro está à espera da fonte…» (13)
*       ironia «…o mal é dos corpos, que a alma, essa, é perfumada…» (28)
*       trocadilho «…o côncavo meu no teu convexo, no meu convexo o teu côncavo, é o mesmo que homem e mulher, mulher e homem…» (203)
*       a onomatopeia «…a bater a pedra, truca-truca, truca-truca…» (220)
*       hipálage «… Romeu que, descendo, colhe o debruçado beijo de Julieta…» (334)
*       jogos de palavras e conceitos «…Fala das mãos, Falo das obras, tão cedo nascem logo morrem, Fala das obras, Falo das mãos…» (167)
 
Originalidade
(sátira / intertextualidade)
 
 
 
*       a sátira, com recurso à ironia, à linguagem depreciativa e humorística, à subversão de citações bíblicas («Pater noster que non estis in coelis.», 159);
*       a ruptura com as regras de pontuação, introduzindo um peculiar discurso directo sem utilizar os sinais gráficos, ao abolir os dois pontos, os travessões e o ponto de interrogação e ao utilizar a maiúscula após uma vírgula;
*       a presença do narrador-autor com comentários, apartes e frases sentenciosas;
*       a intertextualidade frequente, sobretudo com Os Lusíadas («…foi como o sopro gigantesco de Adamastor, se Adamastor soprou, quando lhe dobravam o cabo…», 133);
*       a inclusão de um discurso argumentativo e reflexivo.
 
Sabedoria popular
(provérbios / expressões idiomáticas)
Provérbios originais:
 
*       «…o sol quando nasce, é para todos…»
*       «…a melhor lição é sempre o bom exemplo…»
*       «…uma mão lava a outra…»,
*       «…o hábito não faz o monge…»
*       «…uma desgraça nunca vem só…»
 
Provérbios adaptados:
 
*       «…e ainda a procissão vai na praça…»
*       «…dai a César o que é de Deus e a Deus o que é de César…»
*       «…fazendo o bem olhando a quem…»
*       «…mas as mulheres não se medem aos palmos…»
 
 
 



publicado por Isabel Marques às 12:33
Adorei!

Ajudou imenso para estudar para o exame.
Parabéns pelo Blog.
Ana Rita Lima a 14 de Junho de 2010 às 17:21

mais sobre mim
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO